Simule e contrate

G1


Washington está praticamente sozinho, já que as outras grandes potências questionam exigência americana. Para diplomata da ONU, 'nada vai acontecer'. Apesar disso, medida pode aumentar tensões internacionais. Mike Pompeo, secretário de Estado dos EUA, durante coletiva de imprensa em Washington em 15 de agosto Yuri Gripas/Reuters Os Estados Unidos vão exigir unilateralmente neste fim de semana que as sanções das Nações Unidas contra o Irã voltem a vigorar, medida que corre o risco de aumentar seu isolamento, mas também as tensões internacionais. Na noite deste sábado, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, garantiu que as sanções da ONU entrarão "novamente em vigor" e prometeu medidas punitivas para aqueles que as "violarem". "Todas as sanções da ONU contra o Irã voltarão a vigorar neste fim de semana, às 20h00 de sábado (21h00 em Brasília)", disse mais cedo o enviado dos EUA Elliott Abrams. O ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohamad Javad Zarif, reagiu, afirmando que o iminente restabelecimento das sanções da ONU contra seu país é uma "declaração falsa" de Washington, que ele sabe que não vai acontecer. O ministro iraniano disse ainda que a comunidade internacional é quem deve "decidir o que fazer contra as intimidações" diante das sanções secundárias dos Estados Unidos, garantindo que "isso também se aplicará a eles um dia". Washington está praticamente sozinho: as outras grandes potências, Rússia, China, mas também os aliados europeus dos americanos, questionam esta afirmação. Em meados de agosto, o governo Donald Trump sofreu um revés retumbante no Conselho de Segurança da ONU em sua tentativa de estender o embargo de armas convencionais contra Teerã, que expira em outubro. Acusando, em um ataque de rara violência, França, Reino Unido e Alemanha de terem "escolhido alinhar-se com os aiatolás" no poder na República Islâmica, o chefe da diplomacia americana Mike Pompeo desencadeou em 20 de agosto um procedimento polêmico, apelidado de "snapback", e que deveria tornar possível restaurar todas as sanções da ONU contra o Irã um mês depois. As sanções foram suspensas em 2015, quando Teerã se comprometeu, no âmbito de um acordo internacional, a não adquirir armas nucleares. Pirueta jurídica No entanto, Trump, após considerar insuficiente o texto negociado por seu antecessor Barack Obama, retirou os Estados Unidos do acordo em 2018, restabelecendo e até mesmo endurecendo suas próprias sanções bilaterais. Agora, em uma pirueta jurídica, os Estados Unidos invocam seu status de país "participante" desse acordo, que abandonaram com o único objetivo de ativar o "snapback". Quase todos os outros países-membros do Conselho de Segurança questionam a capacidade de Washington de se valer dessa condição e, portanto, não acompanharam sua abordagem. O 'diálogo' continua: o governo Trump finge agir como se as sanções internacionais tivessem sido restauradas, enquanto as outras potências agem como se nada tivesse acontecido. Os norte-americanos "vão afirmar que ativaram o snapback e, portanto, que as sanções devem ser aplicadas novamente", mas "essa ação não tem fundamento legal" e, portanto, não pode "ter consequências jurídicas", afirmou uma fonte diplomática europeia. "Nada vai acontecer", previu outro diplomata da ONU. "Surpresa" de Trump? Um terceiro diplomata lamenta o ato "unilateral" de Washington. "Rússia e China assistem com satisfação, enquanto comem pipoca, e europeus e americanos estão divididos", disse. No entanto, Washington insiste que o embargo de armas será estendido "indefinidamente" e que muitas atividades ligadas aos programas nucleares e balísticos de Teerã serão puníveis internacionalmente. Os americanos também asseguram que seu país "fará tudo que for necessário para garantir que essas sanções sejam aplicadas e respeitadas". "Vamos impedir que o Irã adquira tanques chineses e sistemas de defesa aérea russos", advertiu Pompeo. "Esperamos que todas as nações cumpram as resoluções do Conselho de Segurança", acrescentou. É aqui que o problema corre o risco de criar novas tensões. Donald Trump poderá anunciar as chamadas sanções secundárias para punir qualquer país ou entidade que viole as sanções da ONU, bloqueando seu acesso ao mercado e ao sistema financeiro dos Estados Unidos, ainda que seja um dos únicos líderes mundiais a considerar que as sanções estão em vigor. Seis semanas antes de concorrer a um segundo mandato, ele também pode querer "criar uma surpresa" durante seu discurso de terça-feira na Assembleia Geral da ONU "ao anunciar punição financeira" contra a instituição planetária para "marcar sua insatisfação", teme Richard Gowan, da organização de prevenção de conflitos International Crisis Group. Veja vídeos das principais notícias internacionais:

Teresa Cristina e Samba de Opinião também estão na programação de shows on-line deste domingo (20). Fernando & Sorocaba Cadu Fernandes/Divulgação Fernando & Sorocaba, Simone e Moacyr Luz estão entre os artistas que fazem live neste domingo (20). Teresa Cristina e Samba de Opinião também fazem parte da programação de shows on-line do dia. Veja a lista completa com horários das lives de hoje abaixo. O G1 já fez um intensivão no começo da onda de lives, constatou o renascimento do pagode nas transmissões on-line, mostrou também a queda de audiência do fenômeno e a polêmica na cobrança de direito autoral nas lives. Domingo (20) Meninos de Goiás – 15h – Link Fernando & Sorocaba – 16h30 – Link Samba da Opinião – 18h - Link Simone - 18h - Link Moacyr Luz – 19h – Link Teresa Cristina - 22h - Link Semana Pop mostra os momentos em lives que saíram do controle

'Watchmen', 'The Marvelous Mrs. Maisel', 'Succession' e 'Ozark' estão entre os indicados na maior premiação da TV americana. Séries indicadas ao Emmy 2020: 'Maravilhosa Sra. Maisel', 'Ozark', 'Watchmen' e 'Succession' Divulgação O Emmy 2020, maior premiação da TV americana, acontece neste domingo (22). A 72° edição do evento, apresentada pelo comediante Jimmy Kimmel, será totalmente virtual por causa da pandemia de Covid-19. A transmissão do Emmy no Brasil acontece a partir das 21h pelos canais TNT e TNT Séries. A minissérie "Watchmen", sucesso da HBO baseado na HQ, é a produção mais indicada do ano, concorrendo em 26 categorias. Entre os programas com maior número de indicações, "The Marvelous Mrs. Maisel" foi a mais lembrada entre as séries de comédia, com 20 indicações. Nas dramáticas, "Ozark" e "Succession" empataram, presentes em 18 categorias. Veja abaixo os indicados e as apostas nas principais categorias: Melhor série de drama Assista ao trailer de 'Succession' DEVE GANHAR: "Succession" MERECE GANHAR: "Succession" ou "Better Call Saul" "Better Call Saul" "The Crown" "O conto da aia" "Killing Eve" "The Mandalorian" "Ozark" "Stranger Things" "Succession" Melhor série de comédia DEVE GANHAR: "Schitt's Creek" MERECE GANHAR: "What we do in the shadows" “Curb your enthusiasm” “Dead to me” “The good place” “Insecure” “The Kominsky Method” "The Marvelous Mrs. Maisel" "Schitt's Creek" “What we do in the shadows” Melhor minissérie 'Watchmen', série baseada nos quadrinhos, ganha 1º trailer; ASSISTA DEVE GANHAR: "Watchmen" MERECE GANHAR: "Watchmen" “Little Fires Everywhere” “Mrs. America” “Unbelievable” “Unorthodox” “'Watchmen” Melhor ator em série dramática DEVE GANHAR: Brian Cox MERECE GANHAR: Jeremy Strong Jason Bateman - "Ozark" Sterling K. Brown - “This is us” Steve Carell - "The Morning show" Brian Cox - "Succession" Billy Porter - “Pose” Jeremy Strong - "Succession" Melhor atriz em série dramática Assista ao trailer de 'The Morning Show' DEVE GANHAR: Jennifer Aniston MERECE GANHAR: Laura Linney Olivia Colman - “The Crown” Laura Linney - "Ozark" Jennifer Aniston - "The Morning Show" Jodie Comer - “Killing Eve” Sandra Oh - “Killing Eve” Zendaya - "Euphoria" Melhor ator em série de comédia DEVE GANHAR: Eugene Levy MERECE GANHAR: Eugene Levy Anthony Anderson - "Black-ish" Ted Danson - "The good place" Michael Douglas - The Kominsky Method" Eugene Levy - "Schitt's Creek" Don Cheadle - "Black Monday" Ramy Yousseff - "Ramy" Melhor atriz em série de comédia DEVE GANHAR: Catherine O'hara MERECE GANHAR: Catherine O'hara Christina Applegate - "Dead to me" Linda Cardellini - "Dead to me" Rachel Brosnahan - "The Marvelous Mrs. Maisel" Tracee Ellis Ross - "Black-ish" Issa Rae - "Insecure" Catherine O'hara - "Schitt's Creek" Melhor ator em série limitada ou filme para TV DEVE GANHAR: Hugh Jackman MERECE GANHAR: Mark Ruffallo Jeremy Irons - "'Watchmen" Hugh Jackman - "Bad Education" Paul Mescal - "Normal people" Jeremy Pope - "Hollywood" Mark Ruffallo - "I know this much is true" Melhor atriz em série limitada ou filme para TV DEVE GANHAR: Regina King MERECE GANHAR: Regina King Cate Blanchett - “Mrs. America” Shira Haas - “Unorthodox” Regina King - “'Watchmen” Octavia Spencer - “Self made” Kerry Washington - “Little fires everywhere” Melhor Ator Coadjuvante em Série de Drama DEVE GANHAR: Billy Crudup MERECE GANHAR: Matthew Macfadyen Giancarlo Esposito - “Better Call Saul” Bradley Whitford - “O conto da aia” Billy Crudup - “The Morning show” Mark Duplass - “The Morning show” Nicholas Braun - “Succession” Kieran Culkin - “Succession” Matthew Macfadyen - “Succession” Jeffrey Wright - "Westworld" Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Drama DEVE GANHAR: Helena Bonham Carter MERECE GANHAR: Sarah Snook Laura Dern - “Big Little Lies” Meryl Streep - “Big Little Lies” Helena Bonham Carter - "The Crown" Samira Wiley - "O conto da aia" Fiona Shaw - “Killing Eve” Julia Garner - “Ozark” Sarah Snook - "Succession" Thandie Newton - "Westworld" Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia DEVE GANHAR: Alex Borstein MERECE GANHAR: Yvonne Orji Betty Gilpin - “Glow” D'Arcy Carden - “The good place” Yvonne Orji - “Insecure” Alex Borstein - “The Marvelous Mrs. Maisel” Marin Hinkle - “The Marvelous Mrs. Maisel” Kate McKinnon - “Saturday Night Live” Cecily Strong - “Saturday Night Live” Annie Murphy - "Schitt's Creek" Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia DEVE GANHAR: Dan Levy MERECE GANHAR: Andre Braugher Andre Braugher - “Brooklyn 99” William Jackson Harper - “The good place” Alan Arkin - “The Kominsky Method” Sterling K. Brown - “Marvelous Mrs. Maisel” Tony Shalhoub - “Marvelous Mrs. Maisel” Mahershala Ali - "Ramy" Kenan Thompson - "Saturday Night Live" Dan Levy - Schitt’s Creek” Melhor reality show de competição “The masked singer” “Nailed it!” “RuPaul Drag Race” “Top chef” “The voice” Melhor programa de variedades “The daily show with Trevor Noah” “Full frontal with Samantha Bee” “Jimmy Kimmel live!” “Last week tonight with John Oliver” “The late show with Stephen Colbert” Melhor filme para TV “American Son” “Bad education” “Dolly Parton's Heartstrings: These Old Bones” “El Camino: A Breaking Bad Movie” “Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy vs. The Reverend”

Capa de 'Sim', álbum de Vanessa da Mata Jacques Dequeker ♪ MÚSICAS PARA DESCOBRIR EM CASA – Minha herança: uma flor (Vanessa da Mata, 2007) com Vanessa da Mata ♪ Canção que fechou o terceiro álbum de Vanessa da Mata, Sim, lançado em 2007, Minha herança: uma flor poderia ter figurado no primeiro álbum dessa cantora e compositora nascida em Alto Garças (MT) em 1976. Apresentada por Maria Bethânia em 1999, como letrista parceira de Chico César na criação da música A força que nunca seca, Vanessa da Mata debutou no mercado fonográfico em 2002 com disco de repertório autoral pautado pela suavidade com leve acento ruralista. Como o álbum Vanessa da Mata (2002) surtiu pouco efeito comercial, a gravadora Sony Music direcionou a artista para o produtor Liminha, arquiteto do segundo álbum da cantora, Essa boneca tem manual (2004). Neste disco, bem-sucedido nas paradas, o som de Vanessa da Mata foi devidamente enquadrado no padrão pop dos anos 2000 para poder alcançar o público jovem. Sim, o álbum de 2007 produzido por Mario Caldato Jr. com Kassin, deu continuidade a esse processo de atualização do som da artista. Contudo, na última faixa das 13 faixas do CD original, havia Minha herança: uma flor, canção de espírito mais interiorano, composta e arranjada somente pela artista. Gravada somente com a voz e o violão tocado pela própria Vanessa da Mata, a música Minha herança: uma flor retrata a essência da compositora, criadora de melodias intuitivas e de letras que parecem seguir fluxo poético próprio, sem submissão às métricas mais triviais. A canção prima pela delicadeza ao versar sobre relação amorosa regada como um jardim, com doses equilibradas de paciência e afeto. O “coração partido” da letra foi reconstruído para gerar “amor tranquilo, pleno”. A canção Minha herança: uma flor ficou esquecida no álbum Sim, mas merece desabrochar, seja na voz de outro intérprete ou mesmo na da própria Vanessa da Mata. ♪ Ficha técnica da Música para descobrir em casa 28 : Título: Minha herança: uma flor Compositora: Vanessa da Mata Intérprete original: Vanessa da Mata Álbum da gravação original: Sim Ano da gravação original: 2007 Regravações que merecem menções: a música Minha herança: uma flor nunca foi regravada. ♪ Eis a letra da música Minha herança: uma flor : “Achei você no meu jardim entristecido Coração partido Bichinho arredio Peguei você pra mim Como a um bandido Cheio de vícios E fiz assim, fiz assim: Reguei com tanta paciência Podei as dores, as mágoas, doenças Que nem as folhas secas vão embora Eu trabalhei Fiz tudo, todo o meu destino Eu dividi, ensinei de pouquinho Gostar de si, ter esperança e persistência sempre A minha herança pra você é uma flor Um sino, uma canção, um sonho Nenhuma arma ou uma pedra eu deixarei A minha herança pra você é o amor Capaz de fazê-lo tranquilo, pleno Reconhecendo no mundo o que há em si E hoje nos lembramos sem nenhuma tristeza Dos foras que a vida nos deu Ela com certeza Estava juntando você e eu Achei você no meu jardim”
Nos últimos 35 anos, o Criança Esperança, uma parceria entre Globo e Unesco, já apoiou mais de 6 mil projetos sociais, como o da a Casa de Acolhida da Associação Amar. Abrigo no Rio acolhe, com amor e respeito, crianças com histórias semelhantes Nos últimos 35 anos, o Criança Esperança, uma parceria entre Globo e Unesco, já apoiou mais de 6 mil projetos sociais, como o abrigo que acolhe, com amor e respeito, crianças com histórias muito semelhantes. Dizem que a criança que existe em nós nunca morre. Sandro sofreu abuso e muita violência da família. Mas não deixou de ser um menino brincalhão. Ele fugiu de casa e morou na rua antes de chegar ao abrigo, há dois anos. Sandro: Eu fugi da casa da minha avó. Repórter: Por que? Lá ela não era legal com você? Sandro: Não. Há dez anos, a Casa de Acolhida da Associação Amar, em Vila Isabel, Zona Norte do Rio, recebe crianças que sofrem maus-tratos. Cerca de 400 já passaram por lá. “Eles vêm aqui muito traumatizados. Então, o desafio maior é ele descobrir que aqui ele pode ter a oportunidade de ser criança, ele voltar a gostar de estudar, ter alegria de viver”, conta José dos Santos, coordenador da Casa de Acolhida da Associação Amar. Na casa os meninos têm reforço escolar e fazem atividades lúdicas. O ideal seria que cada criança morasse na casa no máximo um, dois anos, até que uma família pudesse acolher e cuidar dela como cuidam lá. Mas nem sempre isso acontece. As crianças vão crescendo e aí surge um grande desafio para quem trabalha na casa. Vê-las preparadas, prontas, sem ter para onde ir. A educadora Marcinha não aguentou. Pediu a guarda do Rodrigo quando ele completou 18 anos e precisava ir embora da casa. “Ele virou e falou: não quero ir embora, a minha família está aqui”, diz a educadora Márcia da Silva. Rodrigo passou cinco anos vivendo na casa e, hoje, ajuda os educadores. “Quando eu cheguei aqui nessa casa eu aprontava. Evolui muito, não sabia ler nem escrever”, lembra o estudante Rodrigo Sabino dos Santos. O sonho de Pedro é trabalhar para ajudar a mãe, que passa o dia inteiro no serviço. Ele pediu para ficar na casa, porque morar na comunidade era arriscado. “Quando eu acabava de sair da escola, eu ficava sozinho. E não gostava de ficar muito tempo em casa, e ficava saindo para rua”, diz Pedro. Ele brinca sem perigo, no quintal da casa ao lado. O imóvel foi doado para Casa de Acolhida. Agora a instituição precisa de recursos para fazer a reforma e adaptar o novo espaço para os meninos. Porque a vida lá fora é preparada dentro da casa. “Nós queremos que eles saiam daqui por um lugar melhor que eles saíram, um ambiente de família. Esse é o grande desafio que eu acho que a sociedade pode se abrir, para dar essas oportunidades de serem felizes também com essas crianças”, diz José dos Santos. Saiba mais sobre o projeto Criança Esperança ou como participar da campanha.
Há mais de um ano, numa decisão histórica, o STF entendeu que homofobia e transfobia são crimes de racismo. Um levantamento exclusivo, feito pelo Jornal Nacional, mostra que a aplicação da lei encontra várias barreiras, que levam à subnotificação de casos. Levantamento mostra subnotificação de casos de homofobia e transfobia Há mais de um ano, numa decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal entendeu que homofobia e transfobia são crimes de racismo. Um levantamento exclusivo, feito pelo Jornal Nacional, mostra que a aplicação da lei encontra várias barreiras, que levam à subnotificação de casos. Manu Vicente, costureiro, encontrou uma casa para alugar e mandou uma mensagem para o dono. “Perguntei quais eram os requisitos para alugar a casa dele. Aí ele me respondeu que não podia ter barulho, não poderia ter pessoas de outros gêneros, que não fosse um homem ou uma mulher”, explicou. O dono do imóvel respondeu com uma mensagem de áudio: “Simplesmente a gente não quer uma pessoa de outro gênero, que tenha outro gênero sexual. A gente não quer no nosso imóvel”. Manu denunciou o caso à polícia. Esse tipo de preconceito contra pessoas homossexuais, bissexuais, transgêneras não era definido como crime em lei alguma. Mas, desde junho do ano passado, na falta de uma lei específica aprovada pelo Congresso, a homofobia e a transfobia se enquadram como crimes previstos na lei contra o racismo. Essa lei é de 1989. Com a decisão, tomada pelo Supremo Tribunal Federal, passou a ser crime, por exemplo, impedir o acesso de uma pessoa LGBT a um estabelecimento comercial, escola pública ou privada. É crime praticar, induzir ou incitar a discriminação contra essas pessoas. O Jornal Nacional questionou todos os estados, por meio da Lei de Acesso à Informação, para saber quantos casos de homofobia e transfobia foram registrados no primeiro ano após a decisão do STF. Nove estados informaram que não sabem. Não conseguem separar esses dados de outras ocorrências. “As polícias têm a obrigação de atualizar os seus sistemas para poder dar conta das mudanças legislativas, judiciais no sistema penal”, diz o professor de direito da FGV-SP Thiago Amparo. Dois estados deram respostas inconclusivas. Apenas 15 estados e o Distrito Federal informaram as estatísticas. Juntos, eles tiveram 161 casos registrados em delegacias. A Paraíba teve o maior número: 73. “Esses dados, não tenho nenhuma dúvida em afirmar isso, eles não revelam a realidade que a comunidade LGBTI vive no Brasil, que é uma realidade de muita violência ainda. Então, o que nós temos? Subnotificação”, explica o secretário-geral da Renosp-LGBTI+, Anderson Cavichioli. Anderson é delegado e faz parte de uma associação de policiais que lutam contra a homofobia. “A decisão do Supremo é uma decisão judicial, mas ela depende de políticas de segurança pública, que é implementada pelos estados. O que falta é, com certeza, um maior treinamento, um maior investimento em treinamento dos policiais que vão atender a população LGBTI+”, afirma Anderson. A presidente da associação que representa a população LGBT e participou da ação no STF confirma. “A grande maioria das vezes em que uma de nós procura uma delegacia, a gente chega ali e os olhares e o tratamento são de que nós somos as causadoras da violência que sofremos, e não as vítimas. Crime é o preconceito, não a nossa existência”, diz Symmy Larrat, presidente da ABGLT.
A morte da líder da ala liberal da Suprema Corte americana provocou comoção nos Estados Unidos. A igualdade entre homens e mulheres norteou, desde cedo, a carreira de Ruth Ginsburg. Morte de Ruth Ginsburg comove EUA A morte da líder da ala liberal da Suprema Corte americana provocou comoção nos Estados Unidos. A igualdade entre homens e mulheres norteou, desde cedo, a carreira de Ruth Ginsburg. Baixinha, magrinha, muito tímida. As aparências enganam. Ruth Bader Ginsburg, de mansinho, mudou a história. Como advogada, professora de Direito e juíza, provou que o tratamento diferente para homens e mulheres fere a igualdade de direitos. Nas ruas as feministas protestavam. Nos tribunais, RBG, como era conhecida, ia tomando decisões que mudavam o mundo. Acabou virando ícone do feminismo. Filmes, livros, bonecas e até fantasias de Halloween fizeram dela a juíza mais popular da Suprema Corte e um exemplo para as meninas. Foi nomeada por Bill Clinton em 1993. Nos últimos anos liderou a minoria na Corte, com fortes críticas às decisões da maioria conservadora. Chamou de impostor o então candidato Donald Trump. Ele exigiu que ela renunciasse. Nos Estados Unidos, o cargo de ministro da Suprema Corte é vitalício. Apesar dos sérios problemas de saúde, RBG trabalhou até o fim. Os eleitores mais conservadores torciam para ela morrer ainda no governo Trump, para ele poder indicar quem irá substituí-la. São nove juízes. Se a maioria dos conservadores passar a ser de seis a três, eles esperam reverter a decisão que legalizou o aborto há quase 50 anos. O último desejo da juíza foi que sua vaga só fosse preenchida pelo presidente que será eleito em novembro, na esperança de que o democrata Joe Biden vença. Mas Trump diz que vai fazer logo a indicação e o nome será levado a votação no Senado. Só que faltam 45 dias para a eleição, não deve dar tempo de substituir RBG até lá. A sucessão dela vai incendiar ainda mais a disputa pela Casa Branca. Na noite de sexta (18) milhares de pessoas fizeram vigília em frente à Suprema Corte em Washington e as homenagens continuaram neste sábado (19). Na comoção popular despertada pela morte da juíza fica claro o papel que ela teve: um metro e meio de pura coragem e um lugar de gigante na história. Em nota, o presidente Trump lembrou o compromisso da juíza Ginsburg com o Direito. Afirmou que ela continuará sendo um modelo de comportamento para as mulheres juristas e que o legado e a contribuição da juíza para a história americana jamais serão esquecidos.
Levantamento do consórcio de veículos de imprensa registra 708 mortes por coronavírus em 24 horas. O total de óbitos agora é de 136.565 em todo o país. Brasil passa de 4,5 milhões de casos de Covid O Brasil ultrapassou os 4,5 milhões de casos confirmados pelo novo coronavírus. O último levantamento do consórcio de veículos de imprensa, divulgado às 20h deste sábado (19), registra 30.913 novos casos da doença em 24 horas. Assim, já são 4.528.347 casos confirmados em sete meses. Nas últimas 24 horas, foram registradas 708 mortes por Covid-19. O total de óbitos agora é de 136.565 em todo o país. A média móvel elimina as variações nos diferentes dias da semana e dá uma ideia melhor da tendência da pandemia. A média móvel de mortes aponta estabilidade, com 756 mortes por dia nos últimos sete dias, uma redução de 9% em relação à média de 14 dias atrás. A média móvel de casos está em 30.356 novos casos por dia, uma queda de 23% em relação à média de 14 dias atrás. Como na sexta (18), dois estados estão com alta na média de mortes: Rio de Janeiro, alta de 20%, e Pernambuco, com aumento de 19%. Os estados em estabilidade, onde a média diária de mortes variou até 15%, para mais ou para menos, são 14: Paraná, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia, Amapá, Pará, Bahia, Maranhão, Piauí e Rio Grande do Norte. Estão com redução na média diária de mortes o Distrito Federal e mais 10 estados: Santa Catarina, Espírito Santo, Acre, Amazonas, Roraima, Tocantins, Alagoas, Ceará, Paraíba e Sergipe. Veja aqui o mapa do seu estado.

Wagner Borges é bombeiro militar e especialista em Gestão Pública. PL oficializa candidatura de Wagner Borges à Prefeitura de Vila Velha O PL oficializou no dia 16 de setembro a candidatura de Wagner Borges à Prefeitura de Vila Velha. O anúncio aconteceu durante a convenção do partido. "Eu quero ser prefeito em Vila Velha porque tenho andado por toda a cidade e escutado a angústia da sociedade. Eu tenho preparo, experiência e muita disposição para transformar a cidade, melhorando a qualidade de vida e gerando dignidade à toda a sociedade", disse o candidato à TV Gazeta. Perfil Wagner Borges tem 46 anos. É bombeiro militar e especialista em Gestão Pública. PL oficializa candidatura de Wagner Borges à Prefeitura de Vila Velha Reprodução/TV Gazeta Initial plugin text Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo

Sistema público de Saúde completa 30 anos neste sábado. Médicos se reuniram no Parque do Cocó em alusão aos 30 anos do SUS. Fabiane de Paula Profissionais da Medicina, associados ao Coletivo Rebento, se reuniram no Parque do Cocó, em Fortaleza, para reivindicar maiores investimentos no Sistema Único de Saúde (SUS). O ato foi na manhã deste sábado (19). O grupo plantou mudas de árvores e realizou oficina de cartazes na data em que o serviço público de Saúde completa 30 anos de funcionamento no País. Os participantes demonstram contrariedade à Emenda Constitucional 95, publicada em 2016, que prevê regime fiscal com limitações de recursos para diversas áreas como a da Saúde durante 20 anos. “Uma medida que segue prejudicando a população, limitando os recursos para os hospitais públicos, inclusive no período da pandemia”, divulgou o coletivo. Entre as atividades, os médicos e médicas destacaram o trabalho dos profissionais da saúde no atendimento aos pacientes com o novo coronavírus. No Ceará, já são 233.600 casos confirmados e 8.801 óbitos causados pela doença, como registra a plataforma IntegraSUS, na tarde deste sábado (19). Neste período, 206.727 pacientes foram curados. Os profissionais ainda lembraram que o Brasil permaneceu sem ministro da saúde por quatro meses desde o pedido de demissão do antigo titular, Nelson Teich. Na última quarta-feira (16), o general Eduardo Pazuello assumiu a pasta.
Apuração faz parte do inquérito sobre financiamento a atos antidemocráticos. O blogueiro Allan dos Santos, investigado no inquérito, escreveu mensagem para o tenente-coronel Mauro Cesar Barbosa Cid sugerindo a necessidade de uma intervenção militar PF descobre mensagem de blogueiro para ajudante de ordens do presidente Bolsonaro As apurações sobre o financiamento de manifestações com pedidos antidemocráticos encontraram mensagens do blogueiro Allan dos Santos, investigado no inquérito, para o tenente-coronel Mauro Cesar Barbosa Cid, ajudante de ordens do presidente Bolsonaro. As mensagens foram reveladas pelo jornal O Estado de S.Paulo e confirmadas pela TV Globo. A informação consta no depoimento do tenente-coronel Mauro Cesar Barbosa Cid. Segundo o depoimento, no dia 20 de abril, Allan dos Santos escreveu uma mensagem ao tenente-coronel sugerindo a necessidade de uma intervenção militar. A reposta foi: “Já te ligo.” Questionado no depoimento, o ajudante de ordens disse que “acredita que não fez a ligação”. No dia 31 de maio, em outra mensagem, o blogueiro envia um link com reportagem sobre grupos denominados “antifas”. No dia seguinte, o declarante, o ajudante de ordens do presidente, responde afirmando: "Grupos guerrilheiros terroristas, estamos voltando para 68, mas, agora, com apoio da mídia." Allan dos Santos afirma: "As Forças Armadas precisam entrar urgentemente". O declarante responde: "Opa!". Indagado sobre o sentido da resposta, “Opa!”, desse diálogo, respondeu que a expressão "Opa!" não está relacionada com as mensagens anteriores, mas apenas uma saudação, como por exemplo, bom dia. No outro trecho do depoimento, o tenente-coronel foi indagado sobre o chamado “Gabinete do ódio”. Disse que conhece esse termo pela mídia e afirma que esse “Gabinete do ódio” não existe. Indagado sobre a opinião do declarante sobre a conduta de Allan dos Santos no contexto político, em relação às instituições do Estado, respondeu que como jornalista ele tem uma visão mais radical da conjuntura política brasileira Em um outro trecho do depoimento, a delegada pergunta ao ajudante de ordens se ele já manifestou a ideia de que as Forças Armadas são um poder moderador. Ele afirmou que não. O depoimento não permite inferir se o ajudante de ordens chegou a tomar providências a partir do recebimento das mensagens, mas que apenas informou o presidente Bolsonaro de algumas das mensagens recebidas. O Palácio do Planalto não quis se manifestar sobre as investigações.

Fernanda Martins é formada em Direito e em Ciências Contábeis. PV oficializa candidatura de Fernanda Martins à Prefeitura de Vila Velha O PV oficializou no dia 16 de setembro a candidatura de Fernanda Martins à Prefeitura de Vila Velha. O anúncio aconteceu durante a convenção do partido. "Quero ser prefeita de Vila Velha porque eu estou cansada de ver o nosso município sendo administrado de forma incompetente e até covarde. Sabemos que é possível fazer muito mais, principalmente na saúde, na educação e na geração de novos empregos. Iremos investir pesado no turismo e propor uma reforma tributária. Vila Velha pede mais", disse Fernanda à TV Gazeta. Perfil Fernanda Martins tem 43 anos. É Formada em Direito e em Ciências Contábeis. Trabalhou na Junta Comercial do Estado e no Detran. PV oficializa candidatura de Fernanda Martins à Prefeitura de Vila Velha Reprodução/TV Gazeta Initial plugin text Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo

Max Filho foi vereador, deputado estadual e federal e é o atual prefeito de Vila Velha. PSDB oficializa candidatura de Max Filho à Prefeitura de Vila Velha O PSDB oficializou no dia 16 de setembro a candidatura de Max Filho à Prefeitura de Vila Velha. O anúncio aconteceu durante a convenção do partido. "Quero ser prefeito de Vila Velha para dar sequência a um trabalho que está construindo 15 novas escolas e sete unidades de saúde; para garantir a correta aplicação do financiamento internacional na melhoria de 30 bairros da cidade, de implantação de quatro parques naturais, além de fazer de Vila Velha uma cidade cada vez mais humana, inteligente, criativa e sustentável", disse Max à TV Gazeta. Perfil Max Filho tem 52 anos. É Formado em Direito e Administração e é mestre em Políticas Públicas. Servidor no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), foi vereador, deputado estadual e federal e é o atual prefeito de Vila Velha. PSDB oficializa candidatura de Max Filho à Prefeitura de Vila Velha Reprodução/TV Gazeta Initial plugin text Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo

Mostra "Inspira Terra" traz fotografias do francês Yann Arthus-Bertrand para um espaço de convivência na comunidade da Zona Sul da capital. Exposição de fotógrafo e ambientalista francês encanta Paraisópolis Uma mostra com fotografias do francês Yann Arthus-Bertrand foi inaugurada nesta quarta-feira (16) na comunidade de Paraisópolis, na Zona Sul de São Paulo. A mostra acontece no Pavilhão Cultural G10 das Favelas, que funciona com apenas 25% de sua capacidade máxima por conta da pandemia de Covid-19. As quarenta fotografias escolhidas fazem pintura das florestas, dos rios e até de campos de urânio e petróleo. Segundo a coordenadora da exposição, Giane Gatti, as imagens mostram as belezas e as fragilidades da natureza e do planeta. “A mensagem do Bertrand através dessas fotos é que ele mostra as belezas e fragilidades do mundo e ele quer que as pessoas se conscientizem todo mundo tem a responsabilidade, todo ser humano tem impacto no planeta então independentemente da sua classe social. Você pode fazer algo”, afirma Gatti. 24 de junho - Distribuição de kits com máscaras de proteção facial para crianças e produtos de higiene pessoal na comunidade de Paraisópolis, na Zona Sul da cidade de São Paulo Andre Penner/AP De sua casa, na França, Bertrand mandou uma mensagem para a comunidade. Falou do orgulho de chegar a Paraisópolis, local que, para ele, é um símbolo de solidariedade e resiliência A carreira do fotógrafo deu um salto depois da conferência Rio 92. Tocado pelo risco de destruição do meio ambiente, Bertrand rodou 100 países por 8 anos e fotos da Terra vista de cima. Como o retrato da Amazônia não podia faltar, a curadora ligou para o artista e pediu pra que ele mandasse a foto da floresta pra incluir na exposição. “Eu entrei em contato com ele, estamos com problemas seríssimos na Amazônia, essa sua foto é belíssima, por favor dá pra gente incluir na exposição? E ele disse, claro, vou te mandar agora”, lembra Gatti. “A gente precisa estar cada vez mais atento ao nosso impacto no planeta e a Amazônia tem papel importantíssimo não só para o Brasil como para o mundo inteiro. É um patrimônio no planeta, todos nós precisamos cuidar”, completa.

Eben de Moraes é empresário. PCdoB oficializa candidatura de Eben de Moraes à Prefeitura da Serra O PCdoB oficializou no dia 10 de setembro a candidatura de Eben de Moraes à Prefeitura da Serra. O anúncio aconteceu durante a convenção do partido. "Eu quero ser prefeito da Serra porque eu sei onde o calo do sapato aperta. Meus filhos estudam na rede municipal, os meus mais utilizam os serviços municipais de saúde e tudo que eu pretendo é cuidar do povo com o olhar de quem é do povo. Este é o meu compromisso", disse o candidato à TV Gazeta. Perfil Eben de Moraes tem 42 anos e é empresário. PCdoB oficializa candidatura de Eben de Moraes à Prefeitura da Serra Reprodução/TV Gazeta Initial plugin text Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo
Em depoimento à PF, tenente-coronel Mauro Cesar Barbosa Cid foi confrontado sobre conversas com Allan dos Santos, que pede intervenção das Forças Armadas. PF descobre mensagem de blogueiro para ajudante de ordens do presidente Bolsonaro As investigações sobre o financiamento de manifestações com pedidos antidemocráticos encontraram mensagens de Whatsapp do blogueiro Allan dos Santos, investigado no inquérito, para o tenente-coronel Mauro Cesar Barbosa Cid, ajudante de ordens do presidente Jair Bolsonaro. As mensagens obtidas pela Polícia Federal foram reveladas pelo jornal “O Estado de S.Paulo” e confirmadas pela TV Globo. A informação consta do depoimento do tenente-coronel Mauro Cesar Barbosa Cid, prestado no dia último dia 11 à PF. Segundo o depoimento, no dia 20 de abril, Allan dos Santos escreveu uma mensagem ao tenente-coronel sugerindo a necessidade de uma intervenção militar. A resposta foi “Já te ligo”. Questionado no depoimento, o ajudante de ordens disse, porém, que “acredita que não fez a ligação”. No dia 31 de maio, em outra mensagem, o blogueiro envia um link com reportagem sobre grupos denominados Antifas. No dia seguinte, o declarante, o ajudante de ordens do presidente, responde afirmando: "Grupos guerrilheiros terroristas, estamos voltando para 68, mas, agora, com apoio da mídia". Allan dos Santos afirma: "As FFAA [Forças Armadas] precisam entrar urgentemente". O declarante responde: "Opa". Indagado sobre o sentido da resposta (“Opa”) desse diálogo, respondeu que a expressão "Opa" não está relacionada com as mensagens anteriores, mas é apenas uma saudação, como "bom dia". Em outro trecho do depoimento, ao ser indagado sobre o chamado gabinete do ódio, o tenente-coronel Cid disse que “conhece esse termo pela mídia e afirma que esse gabinete do ódio não existe”. Sobre a opinião do declarante acerca da conduta de Allan dos Santos no contexto político, em relação às instituições do estado, respondeu que, "como jornalista, ele tem uma visão mais radical da conjuntura política brasileira". Em outro trecho do depoimento, a delegada pergunta ao ajudante de ordens se ele já se manifestou à ideia de que as Forças Armadas são um poder moderador. Ele afirmou que não. O depoimento não permite inferir se o ajudante de ordens chegou a tomar providências a partir do recebimento das mensagens, mas que apenas informou o presidente Bolsonaro de algumas das mensagens recebidas. O Palácio do Planalto não quis se manifestar sobre as investigações.

Motorista vinha da cidade de Penaforte com destino a Brejo Santo quando o acidente aconteceu. Um poste tombou sobre um caminhão após o baú do veículo encostar em uma fiação no município de Jati, no interior do Ceará. Arquivo pessoal Um poste caiu em cima de um caminhão após o veículo encostar na fiação na Rua Nossa Senhora de Fátima, no município de Jati, interior do Ceará, neste sábado (19). Segundo o condutor do veículo, identificado como José Ivan, o acidente aconteceu por volta das 14 horas e até 21h40 o equipamento ainda não foi removido. Em nota, a Enel Distribuição Ceará, distribuidora de energia, informou que uma equipe esteve no local para isolar o poste e garantir a segurança da população. De acordo com a empresa, para realizar os reparos necessários e a substituição do equipamento foi preciso acionar uma equipe especializada, que já está a caminho do local do acidente. Conforme José, que trabalha para uma distribuidora de produtos, ele vinha da cidade de Penaforte em direção a Brejo Santo quando passou pelo trecho, o baú do caminhão encostou nos fios e o poste tombou sobre o veículo. Moradores da região afirmam que o poste apresentava problemas na estrutura, o que teria colaborado para a queda. Devido ao acidente, a via ficou obstruída, impossibilitando o tráfego de veículos no local. Acidente aconteceu por volta das 14 horas, mas até às 20h30 o equipamento não foi retirado, segundo o motorista do veículo. Arquivo pessoal

Segundo delegado, o homem já havia sido preso em flagrante pelo mesmo crime, há apenas dois meses, e estava em liberdade provisória. Suspeito foi preso por policiais civis SSP/SE Um homem foi preso, neste sábado (19), suspeito de tentar estuprar uma jovem na cidade de Estância. Segundo o delegado Gregório Bezerra, o suspeito seria um motoboy, que durante uma corrida desviou o percurso e parou em um local deserto e tentou violentar sexualmente a jovem, que estava com uma recém-nascida no colo. Quando o suspeito começou a tirar a roupa, a vítima conseguiu fugir e pedir ajuda a um homem que passava no local, que a socorreu. Equipes da Polícia Civil iniciaram as diligências e conseguiram localizar e prender o suspeito em flagrante, inclusive com a moto utilizada durante a ação criminosa. O delegado informou ainda, que o suspeito já havia sido preso em flagrante pelo mesmo crime, há apenas dois meses, e estava em liberdade provisória.

Alexandre já foi vereador da Serra e atualmente é deputado estadual. PL oficializa candidatura de Alexandre Xambinho à Prefeitura da Serra O PL oficializou no dia 15 de setembro a candidatura de Alexandre Marçal, conhecido como Alexandre Xambinho, à Prefeitura da Serra. O anúncio aconteceu durante a convenção do partido. "Eu quero ser prefeito para transformar a Serra numa cidade renovada e empreendedora. É hora de romper com a velha política. Minha proposta é investir em inovação e tecnologia para que ninguém precise ficar horas na fila da unidade de saúde. E também valorizar o micro e pequeno empresário, como forma de gerar emprego e renda e superar a crise no pós-pandemia", disse o candidato à TV Gazeta. Perfil Alexandre tem 33 anos e é Técnico em meio ambiente e formado em Administração. Foi vereador na Serra e Atualmente é deputado estadual. PL oficializa candidatura de Alexandre Xambinho à Prefeitura da Serra Reprodução/TV Gazeta Initial plugin text Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo

Segundo família, carro em que Tarcísio Freitas de Oliveira, conhecido como Tay, estava capotou na BR-116, na tarde deste sábado (19). Cantor Tay, da banda Chicana, postou fotos momentos antes de morrer em acidente de carro na Bahia Reprodução/ Redes Sociais O cantor da banda baiana Chicana, Tarcísio Freitas de Oliveira, de 36 anos, morreu em um acidente de carro, na tarde deste sábado (19), na BR-116, trecho entre as cidades de Tanquinho e Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador. A morte de Tay, como era conhecido no meio artístico, foi confirmada ao G1 pela família. De acordo com Edilson Freitas, irmão mais velho do cantor, Tay voltava da cidade de Candeal, que fica a cerca de 60 km de Feira de Santana, onde o artista morava. O cantor tinha se apresentado no município e retornava para casa quando o acidente aconteceu, por volta das 17h. Ainda segundo Edilson, Tay tentou desviar de um carro que fazia uma ultrapassagem e o veículo que ele dirigia acabou capotando e saindo da pista. Ele viajava sozinho e morreu no local do acidente. Carro em que o cantor Tay estava capotou na BR-116, trecho entre Tanquinho e Feira de Santana Reprodução/ Redes Sociais Não há informações sobre o condutor do veículo que teria feito a ultrapassagem. O G1 tentou contato com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para saber mais informações sobre o acidente, mas, até a publicação desta reportagem, não conseguiu. Uma equipe da Polícia Civil esteve no local do acidente para acompanhar a perícia e o levantamento cadavérico. O corpo de Tay foi levado para Instituto Médico Legal (IML) de Feira de Santana, e foi liberado na noite deste sábado. O local e horário do sepultamento ainda não foram definidos pela família. Momentos antes do acidente, o cantor Tay postou uma selfie nas redes sociais com a legenda "Vou ali e volto já". Em seguida, ele postou outra foto dele com parte da letra da música "O que é, o que é", de Gonzaguinha. O trecho usado pelo cantor diz: "E a vida, e a vida o que é, diga lá meu irmão". Depois, o artista ainda chegou a postar um vídeo em que mostra a estrada, durante a viagem de volta para casa, e no qual ele deseja bom final de semana aos seguidores. Cantor Tay compartilhou foto com trecho de música de Gonzaguinha, antes do acidente na Bahia Reprodução/ Rede Sociais No instagram oficial da banda, a produção postou um símbolo em sinal de luto. De acordo com a família, Tay cantava desde os 17 anos, e há cerca de 18 estava à frente da Chicana, cantando axé. Muitos fãs comparavam o timbre da voz dele ao de Bell Marques, ex-cantor da banda Chiclete com Banana e um dos ícones do axé. Nas redes sociais do grupo Chicana e também do cantor Tay, dezenas de fãs lamentaram a morte do artista. "Caramba, recebi essa notícia muito triste... De coração partido, descanse em paz, irmão. Luz", diz uma das mensagens. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia. Cantor Tay também compartilhou com seguidores um vídeo da viagem na estrada, e desejou bom fim de semana aos fãs Reprodução/ Redes Sociais No Instagram, grupo Chicana postou símbolo de luto Reprodução/ Redes Sociais Assista aos vídeos do BATV

Oficina de armas foi encontrada durante fiscalização de crime ambiental. Há indícios que o suspeito negociava o armamento que fabricava através do WhatsApp. Armas encontradas em fábrica clandestina de Cacoal, RO BPA/Divulgação Uma fábrica clandestina de armas de fogo, localizada no bairro Bela Vista em Cacoal (RO), foi descoberta pela equipe do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) e Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), durante uma fiscalização de crime contra a fauna silvestre, neste sábado (19). Um homem foi preso. Os policiais foram ao local após receberem uma denúncia de comércio de pássaros. Chegando na residência encontraram dois pássaros da espécie "curió" devidamente legalizados. E um outro "curió" sem licenças. Enquanto os agentes fiscalizavam a casa, viram duas espingardas e pelo menos quatro armas tipo garrucha, todas de fabricação caseira. Além de vários acessórios utilizados para a fabricação de armas como: cartuchos intactos e deflagrados e cápsulas de cartucho. Foi constatado que o homem possuía uma oficina de armas e há indícios que ele negociava o armamento que fabricava através do WhatsApp. Por não possuir autorizações de posse e para fabricar as referidas armas, o homem recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Cacoal, junto com as armas e munições. Os pássaros foram soltos à natureza. Fábrica de armas 'artesanais' é fechada em Cacoal, RO BPA/Divulgação

Vidigal é médico psiquiatra e já foi prefeito da Serra, entre outros cargos públicos. Atualmente, é deputado federal. PDT oficializa candidatura de Sérgio Vidigal à Prefeitura da Serra O PDT oficializou no dia 16 de setembro a candidatura de Sérgio Vidigal à Prefeitura da Serra. O anúncio aconteceu durante a convenção do partido. "Estamos vivendo uma recessão econômica e um processo pós-pandemia, que ainda não conhecemos seus impactos. Coincidentemente, o planejamento estratégico que fiz para a cidade de 20 anos encerra-se exatamente em 2020. Como tenho experiência em gestão de crise, quero me colocar à disposição para que a nossa cidade possa dar um novo salto para o futuro", disse Vidigal à TV Gazeta. Perfil Sérgio Vidigal tem 63 anos. Ele é médico psiquiatra e já foi vereador, prefeito da Serra, subsecretário de Estado e deputado estadual. Atualmente, ele é deputado federal. PDT oficializa candidatura de Sérgio Vidigal à Prefeitura da Serra Reprodução/TV Gazeta Initial plugin text Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo

Óbito foi de um residente de uma instituição estadual de saúde, com comorbidades. Estrutura do coronavírus Getty Images via BBC Santa Rita do Passa Quatro (SP) registrou a 13ª morte por Covid-19 neste sábado (19), segundo a prefeitura. Mais seis casos foram confirmados, somando 327 desde o início da pandemia. O óbito foi de um residente de uma instituição estadual de saúde, com comorbidades. Veja abaixo o boletim de prefeitura: Boletim de Santa Rita do Passa Quatro Reprodução

As dezenas sorteadas: 17 - 18 - 35 - 36 - 47 - 52. Quina teve 66 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 44 mil. Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até as 19h Marcelo Brandt/G1 O sorteio do concurso 2.301 da Mega-Sena foi realizado na noite deste sábado (19) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. O prêmio seria de R$ 36.675.402,77 a quem acertasse todos os números, mas acumulou mais uma vez. O prêmio vai a R$ 43 milhões, com sorteio na quarta-feira (23). Veja as dezenas sorteadas: 17 - 18 - 35 - 36 - 47 - 52. A quina teve 66 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 44.296,26.
 A quadra teve 4.333 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 963,88. LOTERIAS: tudo sobre a Mega-Sena e outros jogos MEGA-SENA: como jogar e probabilidades EDUCAÇÃO FINANCEIRA: podcast tira dúvidas e ensina como controlar seu dinheiro Números sorteados no concurso 2301 da Mega-Sena Reprodução Para apostar na Mega-Sena As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito. Probabilidades A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa. Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa. Aposta do Ceará leva prêmio de quase R$ 2,5 mi na Lotofácil da Independência Saiba como é calculado o prêmio da Mega-Sena VÍDEOS: as notícias mais assistidas do G1 es. O prêmio seria de R$ 36.675.402,77 a quem acertasse todos os números, mas acumulou mais uma vez. Acumulado, o prêmio vai a R$ 43 milhõs

Cida Rocha é jornalista e empresária. Avante oficializa candidatura de Cida Rocha à Prefeitura de Viana O Avante oficializou no dia 13 de setembro a candidatura de Cida Rocha à Prefeitura de Viana. O anúncio aconteceu durante a convenção do partido. "Montar um governo técnico, trazendo resultados positivos à população. A nossa principal característica é reduzir as desigualdades sociais, trazer mais saúde ao povo vianense. Qualidade de vida para todos nós. Eu sou Cida Rocha, sua candidata à prefeita de Viana", disse ela à TV Gazeta. Perfil Cida Rocha tem 53 anos e é jornalista e empresária. Avante oficializa candidatura de Cida Rocha à Prefeitura de Viana Reprodução/TV Gazeta Initial plugin text Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo
O percentual de idosos nas eleições deste ano é o maior desde 1992. Eles terão horário preferencial para votar, um cuidado extra por causa da pandemia do coronavírus. Um em cada cinco eleitores brasileiros tem mais de 60 anos O percentual de idosos nas eleições deste ano é o maior desde 1992. Um em cada cinco eleitores tem mais de 60 anos. Oitenta e cinco anos e uma vida cheia de atividades, compromissos. Um deles está marcadinho na agenda: dia 15 de novembro Dona Perpétua quer participar novamente de uma eleição. “Eu acho que é cidadania. É bom porque tem eleição, eu gosto de participar. Eu fico só dentro de casa. Quer dizer, vai ter muita máscara, tem que usar máscara, o álcool constantemente. Vai ser muito bem fiscalizado, eu acho”, diz a aposentada Perpétua Ruggio. As eleições deste ano vão ter várias medidas sanitárias para proteger todos os eleitores da Covid. Só os considerados idosos formam um contingente com mais de 30 milhões de eleitores. A maioria tem entre 60 e 69 anos. O grupo menor, dos que já passaram dos 70 anos, ultrapassa os 13 milhões de eleitores. Para essas pessoas, o voto não é obrigatório, apenas facultativo. Para evitar aglomeração, este ano o eleitor vai ter uma hora a mais para votar: das 7h às 17h, e um horário especial para quem tem mais de 60 anos. O TSE definiu o horário entre 7h e 10h como preferencial para votação dos idosos. E só não houve a determinação de horário exclusivo porque muitas dessas pessoas só conseguem chegar à seção na companhia de um parente mais jovem. “Nós concentramos as pessoas de mais de 60 anos nas três primeiras horas de votação, entre 7 e 10, primeiro para minimizar o risco de fila para essas pessoas. Segundo, porque as pessoas com mais de 60 anos normalmente já são pessoas que tomam maiores cautelas e convivem menos com as pessoas que estão fora do grupo de risco. De modo que a simples separação de um horário específico já é uma proteção relevante”, diz o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso. A Justiça Eleitoral avisa que o uso de máscara é obrigatório no local de votação. E vai fornecer álcool em gel para higienização das mãos, antes e depois do uso da urna. O aposentado Antônio dos Reis, de 77 anos, está contando com hora e dia de juntar máscara com título e partir para urna. Para ele, cada voto pode ser decisivo. “Pensando nos meus netos, nos meus filhos, nos filhos dos meus amigos. Eu faço questão de votar, para ver se meu candidato seja eleito e dê uma resposta. Que se ele não der uma resposta, eu tenho o direito de cobrar”, afirma.

Lira é inspetor da Polícia Rodoviária Federal. MDB oficializa candidatura de Wylis Lyra à Prefeitura de Viana O MDB oficializou no dia 14 de setembro a candidatura de Willys Lira à Prefeitura de Viana. O anúncio aconteceu durante a convenção do partido. "Você que quer saúde, educação, segurança, mas também quer arte, cultura, esporte, servidores públicos valorizados, assim será a nossa administração: cuidando de você, cuidando da família", disse o candidato à TV Gazeta. Perfil Willys Lira tem 49 anos e é inspetor da Polícia Rodoviária Federal. O candidato é formado em Sistema de Informação e pós-graduado em Segurança Pública e Trânsito. MDB oficializa candidatura de Willys Lira à Prefeitura de Viana Reprodução/TV Gazeta Initial plugin text Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo
Situação de violência doméstica ocorreu em Floresta, no norte do Paraná, neste sábado (19). Homem foi preso e levado à delegacia de Maringá. Uma mulher, de 51 anos, sofreu queimaduras de segundo grau em 50% do corpo depois de, segundo a Polícia Militar (PM), o companheiro jogou nela uma panela com água fervente. A situação de violência doméstica ocorreu neste sábado (19), em Floresta, no norte do Paraná. A Polícia Militar descobriu o caso depois de ser chamada pelo Hospital Municipal de Floresta. A vítima contou aos policiais que seu companheiro, de 43 anos, chegou transtornado em casa e após uma discussão o homem jogou a água. O suspeito estava no hospital e foi preso. Ele foi encaminhado à Delegacia da Polícia Civil em Maringá. A vítima foi transferida ao Hospital Universitário em Maringá. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
O outro assaltante roubou a bicicleta de um morador e fugiu do local, mas foi encontrado e preso. Homem é morto a tiros após tentar roubar barbearia em Porto Velho Um assaltante foi morto a tiros e outro foi preso após roubarem uma barbearia do bairro Agenor de Carvalho em Porto Velho. Caso aconteceu na sexta-feira (18). Por volta das 19h30, quando os funcionários já estavam fechando o estabelecimento, dois homens armados entraram no local, anunciaram o assalto e pegaram os pertences do dono e de um cliente. A mãe do proprietário, que mora ao lado da barbearia, escutou o barulho e foi na porta do local ver o que estava acontecendo. Ela percebeu o crime e começou a gritar. Um policial à paisana passava pelo local, viu a situação e houve uma troca de tiros. Um dos suspeitos foi baleado. Mesmo ferido o homem fugiu, encontrou uma família saindo de casa e adentrando no veículo fez a família dirigir em rumo ignorado com ele dentro do carro. A Rede Amazônica recebeu a informação que o homem não resistiu aos ferimentos do tiro e morreu. O outro assaltante roubou a bicicleta de um morador e também fugiu. Ele foi localizado e preso pela polícia perto de um supermercado.

Caso foi registrado no centro de Paraíso do Tocantins. De acordo com a polícia, vítima é um adolescente que estava desaparecido há três dias e estava sendo procurado pela família. Corpo estava em cisterna de casa abandonada Surgiu/Divulgação O corpo de um adolescente de 16 anos foi encontrado dentro de um poço no início da noite deste sábado (19) em Paraíso do Tocantins, na região central do estado. De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi identificada como um jovem que estava desaparecido há três dias e estava sendo procurado pela família. A vítima foi localizada em uma casa abandonada na rua Jocivalda Alves, no centro da cidade, depois que moradores da região sentiram um forte cheiro e ligaram para a polícia. Os militares estiveram no local e encontraram o adolescente. Os bombeiros foram chamados para retirar a vítima do local e o corpo foi levado para o IML de Palmas. Há indícios de que o jovem tenha sido assassinado e jogado dentro do poço, mas apenas a perícia vai confirmar o que aconteceu. A Polícia Civil esteve no local e o caso está sendo investigado. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Biólogos mapearam os danos provocados pelo vazamento de óleo que atingiu o litoral brasileiro no ano passado. Biodiversidade marinha da Bahia ainda sofre efeitos do vazamento de óleo em 2019 Biólogos mapearam os danos provocados pelo vazamento de óleo que atingiu o litoral brasileiro no ano passado. Na Bahia, a biodiversidade marinha sofre até hoje. Praia de Itacimirim, litoral norte da Bahia. Não é preciso andar muito para perceber pequenas manchas pretas na areia. E basta cavar um pouquinho para encontrar mais. “Dá para ver bem que é um coral. Ele tem uma incrustação, uma pasta preta, que é petróleo", diz o ambientalista Maurício Cardim. O petróleo sob a areia é o que restou das primeiras manchas de óleo que surgiram no litoral nordestino em agosto do ano passado e chegaram a mais de mil localidades do Nordeste e Sudeste. Este ano, voltaram a aparecer em Morro de São Paulo, Salvador e no litoral norte baiano, área mais atingida no estado. No maior recife costeiro do litoral norte baiano, antes da chegada do óleo, era comum encontrar peixes, estrelas do mar e outros animais coloridos nas pocinhas d'água. Hoje, quase não se vê esses animais por lá. E o verde todo que parece tão bonito, na verdade é resultado de um grande desequilíbrio ambiental. “Essa quantidade de algas está aumentando porque as pinaúnas desapareceram do recife. Essa era uma área que tinha bastante pinaúna e elas se alimentam dessa alga. Então na ausência dessa pinaúna que acontece a água começa a começar a se proliferar e começa a ocupar o espaço de outros organismos”, explica o diretor do Instituto de Biologia da UFBA, Francisco Kelmo. O biólogo Francisco Kelmo monitora há 25 anos as principais praias dessa região, registrando a diversidade e a quantidade de animais que habitam as praias do litoral norte baiano. Segundo ele, depois da chegada do óleo houve uma queda de 80% na biodiversidade de espécies e redução também na quantidade de animais vivos por metro quadrado de praia. “Ao longo prazo, o animal que foi contaminado mas não morreu, ele sofre os efeitos biológicos dessa contaminação. E uma das coisas que o corpo dos animais faz, dos seres vivos faz, quando ele está sob algum tipo de estresse, interrompe o período reprodutivo. Então ao interromper o período reprodutivo, simplesmente a gente tem a diminuição aí gradativa e continuada da morte, do desaparecimento dos animais das nossas praias”, afirma
O projeto Bichos do Pantanal, que estuda a biodiversidade no bioma, diz que o fogo pode já ter matado milhares de animais Seca no rio Paraguai, o maior do Pantanal, é a pior em 50 anos O rio Paraguai, o maior do Pantanal, atingiu o menor nível dos últimos 50 anos. A noite dá para ver como o fogo continua avançando sobre o Pantanal, em Mato Grosso. E a luz do dia revela o tamanho da destruição às margens da Transpantaneira, rodovia que cruza a maior planície alagável do planeta. A equipe do Jornal Nacional andou em cima de um Corixo, uma área que nunca tinha sido vista secar. Além do calor, muita fumaça. A pior seca do Pantanal. Voluntários rodam pela região tentando identificar novos focos e resgatando bichos. O pesquisador-chefe do projeto Bichos do Pantanal, que estuda a biodiversidade no bioma, diz que o fogo pode já ter matado milhares de animais. “É um desastre ambiental. Realmente é muito. 20% do pantanal está queimado. Você pode contar que 20% das populações dos animais que são lentos, que não sabe correr, nós perdemos também”, diz Douglas Trent, pesquisador do projeto Bichos do Pantanal. O rio Paraguai, principal fonte de água para o Pantanal, está no nível mais baixo dos últimos 50 anos. Em alguns pontos não passa de um metro e meio, quando o ideal seria o dobro. Na cidade de Corumbá, ponto crítico, são apenas 25 cm de água.Os peixes estão morrendo nas baias, que secaram. Sem chuva, o nível da água diminui um pouco a cada dia. Quanto mais raso fica o rio, maior o risco de acidentes, até mesmo para os barcos pequenos que podem encontrar pelo caminho bancos de areia submersos. “Devido essa seca horrível, tem muito banco de areia no rio. No meio do rio está bem raso e a gente pegou um e aconteceu isso, quebrou a hélice”, explica Wanderson Dalton, guia de turismo. A previsão de chuva para os próximos dias é uma esperança, mas para o seu José, que é pescador, as perdas já são incalculáveis. “Eu fico muito mal, muito triste porque eu sei que isso é a fonte da minha vida”, conta José Santana Faria, pescador profissional.

Central Única das Favelas visa auxiliar os moradores das comunidades na proteção contra a infecção da Covid-19. Coronavírus: CUFA ajuda a reduzir o risco de contaminação em comunidade de Campinas A Central Única das Favelas (CUFA) distribuiu neste sábado (19) álcool em gel e máscaras de proteção para 88 favelas da cidade de Campinas (SP). O projeto tem o objetivo de auxiliar os moradores das comunidades na proteção contra a infecção da Covid-19. Segundo dados da central, cerca de 300 mil pessoas vivem em cerca de 99 favelas em Campinas, e dessas, 78% não tem acesso aos itens necessários de higienização contra a disseminação do contágio do novo coronavírus. Henry Paulino, coordenador da Cufa da região metropolitana de Campinas, relata que muitas famílias não possuem a renda para comprar seus alimentos e, em meio a essa realidade, se torna difícil o uso dos equipamentos nas comunidades. Eliana recebe álcool em gel através de doações Reprodução/EPTV "Você tem que realmente saber a realidade de quem vive na favela. Ele já vive de uma forma invisível para a sociedade. Então ao mesmo tempo que eles sabem da importância do uso de máscara e do próprio álcool em gel, eles têm a dificuldade para comprar o alimento", explica Henry. Doações e renda Eliana Silva Teixeira, ajudante de cozinha, tem 21 anos e mora em uma casa com uma estrutura precária. A ajudante sonha em ter o banheiro de sua residência construído e conta que só recebe os equipamentos de proteção contra a Covid-19 apenas por doações, pois não consegue comprá-los com sua renda. "É raro a gente ver uma pessoa com máscara. Agente vê mais quando vai no mercado, que o uso é obrigatório, mas na rua não", diz Eliana. Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Em Itacimirim, litoral norte baiano, ainda é possível ver pequenas manchas pretas na areia. Biodiversidade marinha da Bahia ainda sofres efeitos do vazamento de óleo em 2019 Biólogos mapearam os danos provocados pelo vazamento de óleo que atingiu o litoral brasileiro no ano passado. Na Bahia, as manchas chegaram em outubro de 2019 e a biodiversidade marinha sofre até hoje. Na praia de Itacimirim, que fica no litoral norte da Bahia, e pertence ao município de Camaçari, não é preciso andar muito pra perceber pequenas manchas pretas na areia. Basta cavar um pouco para encontrar mais. “Dá pra ver bem que é um coral. Ele tem uma incrustação, uma pasta preta, que é petróleo. Essa área toda, toda essa imediação da praia, embaixo dessa areia tem uma placa muito grande de petróleo ainda pra ser retirada", explica o ambientalista Maurício Cardim. Segundo o especialista, a estimativa é que ainda tenha entre 30 a 50 toneladas em Itacimirim. Um ano após vazamento de óleo, biodiversidade marinha na Bahia ainda tem danos Reprodução/ TV Globo O petróleo sob a areia é o que restou das primeiras manchas de óleo que surgiram no litoral nordestino, em agosto do ano passado, e chegaram a mais de mil localidades do Nordeste e Sudeste. Este ano, voltaram a aparecer, em menor quantidade, em Salvador, Morro de São Paulo, no baixo sul da Bahia, e no litoral norte, área mais atingida no estado. “Este daqui é o maior recife costeiro do litoral norte baiano. Antes da chegada do óleo, era comum encontrar peixes, estrelas do mar e outros animais coloridos nessas pocinhas d'água. Hoje, a gente quase não vê esses animais por aqui. E esse verde todo que parece tão bonito, na verdade, é resultado de um grande desequilíbrio ambiental”, disse o ambientalista Maurício Cardim. “Essa quantidade de algas aqui ela está aumentando. Isso é porque as pinaúnas [ouriço-do-mar] desapareceram. Essa era uma área que tinha bastante pinaúna e elas se alimentam dessa alga. Então, na ausência dessa pinaúna que acontece, a água começa a começar a se proliferar e começa a ocupar o espaço de outros organismos”, detalhou Francisco Kelmo, diretor do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia (Ufba). Pequenas manchas de óleo ainda são vistas na praia de Itacimirim, litoral norte da Bahia Reprodução/ TV Globo Kelmo monitora, há 25 anos, as principais praias do litoral norte baiano, registrando a diversidade e a quantidade de animais que habitam as praias da região. Segundo ele, depois da chegada do óleo, houve uma queda de 80% na biodiversidade de espécies e redução também na quantidade de animais vivos por metro quadrado de praia. O número passou de 446 para 77 animais. "Ao longo prazo, o animal que foi contaminado, mas não morreu, sofre os efeitos biológicos dessa contaminação. E uma das coisas que o corpo dos animais faz, dos seres vivos faz, é quando ele tá sob algum tipo de estresse, interrompe o período reprodutivo. Então, ao interromper o período reprodutivo, simplesmente a gente tem a diminuição aí gradativa e continuada da morte, do desaparecimento dos animais das nossas praias", explicou o biólogo. Para quem organizou mutirões e mobilizou milhares de voluntários na época em que a manchas começaram a chegar, a preocupação continua. “A maior preocupação é a gente não ter ainda um plano de monitoramento ambiental consolidado para saber o impacto disso na cadeia alimentar. Isso aí vai interferir tanto no ambiente marinho, nos animais, mas também impacta na saúde pública, quem consome esses, esses crustáceos do mar”, disse Arthur Sehbe, integrante do grupo Guardiões do Litoral. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia. Manchas de óleo na praia de Itacimirim Reprodução/TV Bahia Assista aos vídeos do BATV Initial plugin text
No Centro-Oeste, o fogo ameaça os parques nacionais e destrói uma das maiores riquezas econômicas da região. Queimadas avançam sobre parques nacionais brasileiros No Centro-Oeste, o fogo ameaça os parques nacionais e destrói uma das maiores riquezas econômicas da região. As imagens impressionam em Mato Grosso do Sul: mais de 5 mil hectares de eucalipto já foram consumidos pelo fogo nos últimos dez dias. "Temos vários registros de incêndios, com muitos impactos econômicos em decorrência deles", diz o tenente coronel do Corpo de Bombeiros Waldemir Moreira Jr. Com 1,2 milhão de hectares de área plantada, Mato Grosso do Sul é o segundo maior produtor de eucalipto do Brasil. A produção atende às fábricas de celulose, que respondem por quase metade de toda exportação do estado. "Gerando um prejuízo acima de R$60 milhões, além do prejuízo da fauna e da flora, que são os prejuízos ambientais. A umidade do ar está muito baixa e a seca prolongada está afetando de forma geral o agronegócio da região, explica o presidente da Reflore, Moacir Reis. O combate ao fogo agora é mais ao norte, já perto da divisa com Mato Grosso, um lugar de difícil acesso. Em Corumbá, epicentro das queimadas, a situação já está um pouco melhor. Em muitas regiões, os incêndios já foram controlados com o reforço de bombeiros de outros estados, da Marinha e brigadistas, que somam cerca de 300 pessoas. No Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari, onde o fogo dura mais de duas semanas e já consumiu mais da metade da área do total do parque, os trabalhos de combate se concentram no município de Costa Rica, bem próximo de outra reserva importante, o Parque Nacional das Emas, em Goiás. “É uma região de cânions. A principal linha de defesa é justamente em um cânion que dá acesso ao Parque das Emas, que fica no estado de Goiás", diz o tenente coronel do Corpo de Bombeiros Waldemir Moreira Jr.
As queimadas avançam por vários municípios do Tocantins, que também sofre com a falta de brigadistas no combate ao fogo. Das 139 cidades, quase metade não tem brigada de incêndio. Tocantins já tem mais focos de incêndios do que Mato Grosso do Sul A região Norte do Brasil enfrenta o maior combate às queimadas dos últimos cinco anos. O Tocantins está em alerta máximo. O gado não resistiu ao fogo. A queimada que atingiu a zona rural de Pequizeiro, no interior do Tocantins, se espalhou rapidamente por várias propriedades. "Aí galera, o fogo chegando aqui já na casa do pai. Ninguém enxerga mais nada não”. Durante quatro dias, os próprios produtores se juntaram para combater as chamas. "Trabalho aí tem muito, ó". Com a fumaça, a caminhonete perdeu controle. "Caminhonete do seu João aí pegando fogo". O fogo também significa prejuízo para o pequeno produtor, que precisa do pasto para alimentar os animais. "A nossa produção aqui é a produção leiteira. Então estamos sem saber o quê que vamos fazer”, diz Elieide Santos da Cruz, produtora rural. As queimadas avançam por vários municípios do Tocantins, que sofrem também com a falta de brigadistas no combate ao fogo. Das 139 cidades, quase metade não tem brigada de incêndio. Segundo dados do Inpe, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Tocantins ultrapassou Mato Grosso do Sul e já é o quinto estado com maior número de queimadas. As áreas de preservação ambiental ainda estão ameaçadas pelos frequentes focos de incêndios. No Parque Estadual do Cantão, a queimada já dura sete dias e na sexta-feira (18) chegaram as tropas do exército para reforçar o combate ao fogo. O helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas do Tocantins sobrevoa as áreas mais atingidas jogando bolsões carregados de água. "O Ministério Público já instaurou vários procedimentos destinados a investigar a responsabilidade pelos crimes decorrentes dos incêndios e queimadas do Tocantins", explica o procurador de justiça José Maria Teixeira. O fogo destruiu o trabalho de meses de um produtor, que agora só quer recomeçar. "Arrumando a cerca né, para quando Deus abençoar, mandar chuva e brotar o capim, botar o gado de novo", diz Domingos Oliveira.

Lei foi aprovada na semana passada e prevê multa para empresas que desrespeitarem a legislação. Álcool gel é um dos itens que ajudam no combate à Covid-19. Divulgação O álcool em gel passou a ser um item obrigatório nas cestas básicas no Amazonas. A medida é fruto de uma lei aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado e que foi sancionada pelo governador Wilson Lima. A lei passou a valer desde o dia 11 de setembro. O álcool em gel é um dos produtos utilizados no combate à Covid-19. A substância ajuda na higienização das mãos, após contato com superfícies ou pessoas. Em junho, uma lei municipal sancionada pelo prefeito da capital, Arthur Neto (PSDB), obrigou supermercados a oferecerem álcool em gel para clientes. O texto prevê que todas as cestas básicas comercializadas e distribuídas, por força de convenção ou acordo coletivo, ou não, em todo o Estado, deverão conter, no mínimo, 1 vidro de álcool em gel de 500 ml. Por ser considerado um item obrigatório, o Estado também estipulou uma série de penalidades para quem descumprir a norma. Segundo a lei, as medidas podem variar, desde advertências pelos órgãos de defesa do consumidor, como multas de R$ 5 mil a 10 mil, além da suspensão do alvará de funcionamento até a inclusão do item nas cestas. Saiba como se proteger contra a Covid-19

Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Tocantins. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Tocantins.